terça-feira, agosto 25, 2009

Um novo tempo começou pra mim agora...




Ai ai... quanto tempo passei planejando o meu retorno à academia. Promessas aqui, aposta lá, tudo isso no bar, claro, rs! Ah, mas vai, confessem. Não é mais fácil discutir o retorno ao batente tomando uma breja estupidamente gelada com aquele colarinho branco tsiiii... ops, deixa eu voltar ao assunto principal.

Enfim, essa semana voltei à malhar. Confesso que houve uma pressão das amigas e estava cansada de ser motivo de chacotas nas rodas de bate-papos. O projeto "Cala a Boca", inclusive , ficou mudo durante anos... mas agora é pra valer.

Vou aproveitar o meu blog para contar a minha maratona de treinos e vocês vão acompanhar a minha evolução... iupeeeeeee... que fomeeeee.

Bom, me inscrevi em uma academia perto do meu trampo, assim fica mais difícil arrumar pretextos para burlar a aula. Assim como o horário para os treinos, escolhi o do almoço porque já malhei e me adaptei bem ao período anteriormente.

Essa semana, optei por fazer somente o treino de Bike Indoor para melhorar o meu condicionamento físico. Estou gostando bastante das aulas.... vamos que vamos!!!


Achei um blog muito interessante na net e achei um post que me identifiquei muito kkkk

Tornar-se um indivíduo que faz da atividade física um hábito de vida mantido indefinidamente, é sem dúvida um propósito que a maioria das pessoas tem ou gostaria de ter. A análise desse processo, ou seja, a transformação de um indivíduo sedentário em um indivíduo ativo, tem originado uma série de artigos com os mais diferentes enfoques. Um dos mais recentes e interessantes foi escrito pelo professor de Psicologia James Prochaska, Diretor do Centro de Pesquisa para a Prevenção do Câncer da Universidade de Rhode Island em Kingston, EUA. A sua concepção dessa transformação e os respectivos conselhos em cada fase são realmente interessantes e merecem maior divulgação. O professor divide o processo em 5 fases:

Fase 1: Pré-ContemplaçãoNessa fase você não tem intenção de fazer exercícios, pelo menos nos próximos seis meses. Você se sente seguro porque não há qualquer possibilidade de falhar em suas intenções. Conselho para mudar para a fase seguinte: faça uma lista com todas as razões para fazer exercício que você conhece, e outra, com os problemas que dificultam essa decisão. Você verá como ficará mais fácil vencer as dificuldades.

Fase 2: Contemplação Você está começando a pensar seriamente em fazer exercícios, mas ainda está em dúvida. Você poderá permanecer nessa fase por anos! Dica para prosseguir: perceba que se você não tomar essa decisão, ficará para sempre esperando algum "momento mágico" chegar. Decida!

Fase 3: Preparação É definitivo! Você está planejando começar seu programa de exercícios dentro de um mês. Conselho para ir adiante: torne pública sua decisão. Conte aos familiares e amigos. O apoio dessas pessoas será muito útil para você. Escolha uma academia, compre uma esteira ou uma bicicleta.

Fase 4: Ação Você conseguiu! Você está fazendo exercícios! Para seguir adiante: procure sempre lembrar-se de todos os benefícios que o exercício físico lhe trará, como uma melhor vida sexual, mais energia, melhor auto-estima, maior imunidade contra doenças, etc.

Fase 5: Manutenção Esse estágio pode durar de seis meses a uma vida toda. Para continuar: permaneça sempre lembrando daquilo que deu resultado na fase anterior. Não deixe que desculpas ou alterações do seu estado emocional o detenham. Procure alternativas para que o exercício não se torne uma rotina desagradável. Verifique a possibilidade de dispor de recursos para que o mau tempo não interrompa sua seqüência. Mantenha-se ativo. Você terá atingido a última fase quando o exercício físico tiver realmente se tornado parte da sua vida.

Fonte: http://blogs.abril.com.br/atividadefisica

Um comentário:

SilSantista disse...

Wanessa adorei o texto e que realmente ele seja sua fonte de inspiração nesta nova fase de uma vida mais saudavel. abs e força.